31 de mar de 2010

II Kamikaze

Kamikaze é um projeto realizado pela Arrepio Produções e foi criado em 2009, com o intuito de incentivar os novos talentos da cena musical independente em Patos de Minas e região.

O objetivo maior do Kamikaze é proporcionar espaço para vários estilos musicais como: Rock (Hardcore, Thrash, Heavy Metal, Punk, Pop Rock, Rock Experimental, Alternativo e outros). 


Devido ao sucesso da primeira edição, será realizada neste dia 11 de abril de 2010, às 17:00 a segunda edição, a qual acontecerá no espaço Baião de Dois.

Uma das intenções do projeto Kamikaze é investir no intercâmbio de bandas de outras cidades e nas bandas de Patos de Minas.

As bandas que irão apresentar este ano são:
  • Mensageiro dos Ventos (Patos de Minas)
  • Blake (Patos de Minas)
  • 3 Amperes (Presidente Olegário)
  • Seu Juvenal (Uberaba)
  • Avoid the Pain (Belo Horizonte)
A realização deste evento conta com o apoio dos parceiros:
  • Baião de Dois
  • CCRB
  • NAHC
  • Coletivo Peleja
  • Circuito Fora do Eixo

A junção destes parceiros nos possibilita desenvolver, cada vez mais, a cena musical independente de Patos de Minas e região; as ações promovidas pelos parceiros e coletivos estão fortalecendo a união dos grupos e do trabalho em equipe, o que tem sido um dos pilares fundamentais para a realização dos eventos em nossa cidade.

Release das Bandas

  • Mensageiro dos Ventos
Formada em outubro de 2006. Com influência de Secos e Molhados, Beatles, Pink Floyd, Cazuza e Raul Seixas. A banda está ensaiando material próprio para gravação de um Ep ainda este ano.

 Formação: Divino Augusto (Vocal e Guitarra), Lays Borges (Guitarra), Daniel Caixeta (Baixo), Pedrinho (Bateria e Backing vocal).
  • Blake
Banda Patense formada em 2007 pelos amigos Max Brian e Caio Machado. Inicialmente tocando alguns covers a banda acabou mudando o foco e passou a compor material próprio. Os shows são bem intensos com a performance irônica e escrachada do vocalista  Max Brian.

Formação: Max (Vocal), Caio (Guitarra e Backing vocal), Guilherme Punk (baixo e backing vocal), Gean (bateria e backing vocal).
  • 3 Amperes
Banda de punk rock formada em 2006 e que mantém a mesma formação até hoje. Já tocaram em diversos eventos; rock de garagem (2008/2009, rock contra a fome na cidade de João pinheiro, BH INDIE, entre outros. Lançou seu CD demo em outubro de 2008 na cidade de Patos de Minas – MG, com letras que falam da manipulação midiática, capitalismo, corrupção política e policial, deixando sempre a mensagem de que a melhora da nossa sociedade depende da mudança de cada um, e que as críticas sobre a polícia e política se dirigem às pessoas que eles chamam de “maçãs podres”, (pessoas gananciosas que preferem buscar o lucro próprio ao invés de lutar pelo bem comum a todos, se esquecendo do verdadeiro valor de suas profissões).

 
Formação: Cledilson Carlos (Guitarra e Vocal), Igor (Bateria) e Nilson (Baixo e Vocal)
Myspace: http://www.myspace.com/3amperes                  
                            
  • Seu Juvenal
Formada em 1997 na cidade de Uberaba apresentando um estilo bastante diversificado que varia entre o punk rock, noise, hard rock. Possuem 2 cds; Guitarra de Pau Seco (2004) e Caixa Preta I (2008). Já tocaram em diversas cidades mineiras (Divinópolis, Patos de Minas), inclusive já abriu show da banda holandesa Bambix (1998). Agora SJ acaba de lançar o CD Caixa Preta 2, que nada mais é que o primeiro remixado, com faixa bônus e masterizado em Sampa por Fernando Seixlack, baterista da banda Elma. Este CD está sendo lançado pelo selo Valvulado Discos de Uberlândia.

 Formação: Bruno (Vocal), Renato (Bateria e vocal), Tito (Baixo) e Zacca (Guitarra e vocal )
  • Avoid The Pain
A banda foi formada em Belo Horizonte pelo guitarrista e vocalista Rodrigo Arruda e pelo baterista Pedro Leão em 2006. A banda mineira de Death Metal AVOID THE PAIN liberou para download o single com a música "Corrupted Mind" que fará parte de seu próximo álbum "Death Bullets Dead EndA banda já tem um imenso histórico de interatividade com o público, tendo já liberado para download o seu primeiro EP "..About Blades And Graves" e participado da coletânea online Web.Hell 3.0. "Death Bullets Dead End" foi gravado no WZ Estúdio (Eminence), e foi produzido por Alan Wallace (Eminence), com o álbum, a banda vem para firmar ainda mais o seu nome no cenário nacional.

Formação: Rodrigo (Guitarra e Vocal), João (Baixo), Lucas (Guitarra) e Pedro (Bateria)
Myspace: www.myspace.com/avoidthepain


Fonte: http://arrepioproducoes.blogspot.com/2010/03/kamikaze.html

30 de mar de 2010

Festival traz destaques do Circuito Fora do Eixo a São Paulo



Espalhados pelos quatro cantos do país, uma rede de produtores, artistas e divulgadores possibilita a circulação de shows e discos de bandas independentes durante todo o ano, da Amazônia aos pampas gaúchos. A troca de informações e serviços entre os membros dessa teia fez com que o Circuito Fora do Eixo se tornasse referência na nova produção musical brasileira ao amparar-se em conceitos de empreendedorismo e economia solidária.

Os tentáculos do Fora do Eixo - criado no final de 2005 e que hoje inclui 59 festivais, 46 veículos de comunicação independentes, além de moedas complementares como Cubo Card e Goma Card – agora se estendem a capital paulista na forma de festival que pretende mostrar a força de expressões artísticas produzidas longe das metrópoles – e que têm ganhado projeção e reconhecimento nacional. O Festival é uma ação da Agência Fora do Eixo (agenciaforadoeixo.wordpress.com) que, com um escritório em São Paulo, irá auxiliar as bandas na gestão de suas carreiras.

Durante cinco dias, o público paulistano poderá conferir apresentações de nomes celebrados como Macaco Bong (Mato Grosso), Burro Morto (Paraíba) e Porcas Borboletas (Minas Gerais), ao lado de novas promessas - entre elas, Nevilton (Paraná), Mini Box Lunar (Amapá), Caldo de Piaba (Acre), Calistoga (Rio Grande do Norte) e Facas Voadoras (Mato Grosso do Sul). Reforçam a escalação do Festival Fora do Eixo (festival.foradoeixo.org.br) convidados ilustres, como Jards Macalé, Cabruêra (Paraíba) e Canastra (Rio de Janeiro).

As apresentações acontecem de 6 a 11 de abril, nas principais casas de show da cidade. Também integram a programação workshops, espetáculos de teatro e intervenções artísticas realizadas nas ruas e em locais que vão sediar o Festival.

Veja programação completa:

Terça, 6 de abril, às 20h
MINI BOX LUNAR + JARDS MACALÉ
Onde: Itaú Cultural - Avenida Paulista, 149, Bela Vista
Quanto: Grátis

Quarta, 7 de abril, a partir das 23h
MACACO BONG + CALDO DE PIABA
Onde: Studio SP - Rua Augusta, 591

Quinta, 8 de abril, às 21h
CARDÁPIO CÉNICO: "Vendem-se Cenas"
As encenações acontecem em frente ao Itaú Cultural (Avenida Paulista, 149, Bela Vista).

Quinta, 8 de abril, a partir das 23h
BURRO MORTO + CABRUÊRA
Onde: Tapas Club - Rua Augusta, 1.246, Consolação

Sexta, 9 de abril, a partir das 23h
NEVILTON
INTERVENÇÃO TEATRAL: "Cena Num Bar"
Onde: Livraria da Esquina "A" - Rua do Bosque, 1.254, Barra Funda

Sábado, 10 de abril, a partir das 19h
FACAS VOADORAS + CANASTRA
Onde: CB - Rua Brigadeiro Galvão, 871, Barra Funda

Sábado, 10 de abril, a partir das 23h
CALISTOGA
Onde: Livraria da Esquina "B" - Rua do Bosque, 1.236 – Barra Funda

Domingo, 11 de abril, às 16h
PORCAS BORBOLETAS
14h – ESPETÁCULO TEATRAL: "Marias de Deus
Onde: Centro Cultural Rio Verde: Rua Belmiro Braga, 119 – Vila Madalena

PALCO FORA DO EIXO

Oficina Cultural Oswald Andrade - Rua Três Rios, 363, Bom Retiro
Entrada: Grátis
Telefone: (11) 3221-5558
Mais informações: www.palcoforadoeixo.blogspot.com

Sexta, 9 de abril
9h às 13h – Workshop: "Teatro em Espaços Alternativos" (Colméia Cultural e GUTE)
Comandada pelo ator Dado Marcondes, a oficina irá trabalhar a ocupação e transformação de espaços alternativos - como prédios abandonados, sala de estar de um simples apartamento, praças e viadutos - em novos palcos para encenações teatrais. A proposta é a de tornar a vivência de um espetáculo menos fria e mais confortável, através de maior troca entre artistas e público, compartilhando sensações novas. (20 vagas)

16h: Espetáculo Teatral "O Urso" - Núcleo de Pesquisa Teatral Santa Víscera
Escrita pelo russo Anton Tchékov no século XIX, "O Urso" fala sobre o encontro de um homem desiludido com as mulheres e desesperado em busca de dinheiro para pagar uma hipoteca com uma bela mulher fechada em seu luto. Satirizando o cotidiano de pessoas comuns, de forma simples e direta, o texto de Tchékov continua atual na montagem do Núcleo de Pesquisa Teatral Santa Víscera (nptsantaviscera.blogspot.com).


Sábado, 10 de abril
9h às 13h – Workshop de "Performance" (Enxame e Núcleo UHUU de Pesquisa em Performance)
Ministrado pelo Núcleo UHUU de pesquisas da UNESP (responsável pela realização do I Fórum Estadual da Performance, em 2007), o workshop pretende iniciar os participantes nos conceitos e práticas das artes performáticas, através de atividades envolvendo a dilatação do tempo, consciência corporal e percepção de si mesmo e do outro. (20 vagas)


Coquitail Espoleta - Cia Teatro e Bolso/Macondo Coletivo

16h – Espetáculo Teatral "Coquitail Espoleta" - Cia. Teatro de Bolso e Macondo Coletivo
Coquitail Espolet é um pocket-show estrelado pelos clowns Julieta (Cláudia Schulz) e Pandoira (Vanessa Giovanella) que, na tentativa de invadir o palco armado para a apresentação de uma banda, distraem o público com esquetes musicais explorando o universo de Amy Winehouse, Duffy, Beirut, Cat Power entre outros. É a primeira peça teatral concebido pela Cia. Teatro de Bolso, núcleo de pesquisas teatrais do Macondo Coletivo – em setembro de 2009 foi apresentado no Festival No Ar Coquetel Molotov, em Recife.


Informações à imprensa:

Agência Alavanca
Pamela Leme & Katia Abreu
(11) 7319-8840 / 8313-0573
imprensa@alavanca.art.br
www.alavanca.art.br

26 de mar de 2010

Vandaluz no Conexão Vivo.

O Vandaluz está na luta para participar do festival "Conexão Vivo", um dos maiores eventos culturais do Brasil. O Conexão Vivo está na reta final dos preparativos para começar a percorrer o Brasil.

A votação popular que vai selecionar diretamente 4 artistas para participar da programação do Conexão Vivo 2010. O público pode votar no seu artista preferido aqui pelo portal até o dia 30 de março .

Para votar na banda basta clicar no link: http://bandavandaluz.conexaovivo.com.br
Daí vai aparecer a pagina da banda no site do Conexão Vivo, aí é só clicar em "votar nesse perfil", esperar um pouco e validar o seu voto,pronto!

No dia 5 de abril será divulgado no portal do conexao vivo os nomes dos artistas selecionados pela curadoria, com a ajuda do público.

Programação

Belo Horizonte será a primeira cidade a receber o circuito de shows, seminários e oficinas este ano. O Conexão Vivo vai comemorar seus 10 anos de história na capital mineira entre os dias 12 e 25 de abril .



http://bandavandaluz.conexaovivo.com.br

23 de mar de 2010

Terceiro Cine Debate Arbom-Livre - "Zeitgeist Addendum"


O Cine-Debate Arbom-livre é um dos projetos do Programa Sócio-ambiental Arbom-livre realizado pela Associação Peleja – Criação Cultural.
O projeto visa exibir periodicamente em Patos de Minas vídeos educomunicativos com temas sócio-ambientais, além dos filmes haverá um espaço de discussão e construção de idéias em cima das questões levantadas pelo vídeo.
Assim como todos os projetos realizados através do Programa Sócio-Ambiental Arbom –Livre, o Cine Debate é pautado em diretrizes da Educação Ambiental Crítica.
A terceira edição do evento será neste domingo (28-03-2010) ás 18:00 no Teatro Municipal, entrada franca.
O longa metragem exibido nesta terceira edição será “Zeitgeist – Addendum”, um filme estadunidense de 2007 sem fins lucrativos produzido por Peter Joseph que pretende, segundo o autor, inspirar as pessoas a investigarem o mundo de uma perspectiva diferente. O filme trata temas com a globalização, manipulação do homem pelas grandes corporações e instituições financeiras, e aborda a atual insustentabilidade material e moral da humanidade, apresentando o Projeto Vênus como solução para o problema.
De acordo com a coordenadora do programa, Maíra Miller Ferrari, “O intuito é oferecer à população de Patos de Minas a oportunidade de assistir filmes alternativos e de instituir um espaço de reflexão e possível conscientização da realidade sócio-ambiental que o mundo enfrenta”.

Terceiro Cine Debate Arbom-Livre
Dia: 28 de Março 2010 às 18h
Local: Teatro Municipal Leão de Formosa - Avenida Getúlio Vargas, 78
Filme: “Zeitgeits - Addendum”
Diretor: Peter Joseph
Ano: 2007

16 de mar de 2010

Compacto.Rec lança "Caos Carma Conceito", da banda Uganga (MG)

Banda histórica de Minas Gerais é o primeiro lançamento do Compacto do Fora do Eixo ao Extremo
Uganga (MG) - Lançamento deste mês do Compacto


O Compacto.Rec anuncia o lançamento deste mês - a banda mineira, formada por cinco músicos - Christian (guitarra), Thiago (guitarra e vocal) Ras (baixo e vocal), Marco (bateria) e pelo vocalista Manu “Joker”, ou seja, o Uganga.

O quinteto, já chamado de Ganga Zumba, tem 15 anos de história no rock pesado feito em Minas Gerais (mesmo local que revelou grupos como o Sepultura, por exemplo) apresenta um som resultante da mistura de hardcore e metal, além do visível Groove, recebido do Hip Hop, enquanto as letras tem reflexões acerca do respeito à mãe-natureza, livre arbítrio, dilemas cotidianos e auto-conhecimento. Tudo isso esteve em seus lançamentos anteriores (Atitude Lótus, em 2003, foi o seu primeiro), e agora se faz presente neste CD, "Vol. 3 - Caos Carma Conceito".

FORA DO EIXO AO EXTREMO



O Fora do Eixo ao Extremo nada mais é do que um sub-circuito criado baseado nos parâmetros do Circuito Fora do Eixo, que visa estruturar e dar ênfase a bandas mais “pesadas”, como o Hardcore, Punk, e determinadas vertentes do Metal, e ainda, aglutinar novos agentes espalhados em 10 pontos do Brasil até o momento. O lançamento está programado para ocorrer simultaneamente no período de 12 a 14 de março pelo Brasil afora, sendo uma excelente oportunidade para a circulação de bandas pelos pontos do Fora do Eixo, e ainda criando uma nova rota para essas bandas dentro do novo sub-circuito. Cada frente do FDE ao Extremo trabalha em parceria com o seu coletivo, sendo eles: Pólvora Cultural com o Palafita (Macapá – AP), o Sindicatto junto ao Espaço Cubo (Cuiabá - MT), Goma (Uberlândia - MG), BIL (Canoas - RS), Escape com o Esquina (Brasília - DF), Araribóia Rock (Niterói - RJ), PVH Caos (Porto Velho - RO), SOPA (Goiânia – GO), Pequi (Anápolis – GO) e Vilhena Rock (Vilhena – RO).

COMPACTO.REC

O Compacto REC é um projeto que teve início em 2007, com o objetivo de lançar singles virtuais em rede, através dos veículos de comunicação integrados ao Circuito Fora do Eixo. A primeira banda lançada foi a Madame Saatan (PA). Na seqüência vieram artistas de todas as regiões do país como as elogiadas Bang Bang Babies (GO) e Filomedusa (AC). Os últimos lançamentos deste ano foram Porcas Borboletas (MG), Boddah Diciro (TO), Rinoceronte (RS), Linha Dura (MT), Johnny Suxxx (GO) e recentemente Nevilton (PR). Com a liberação dos fonogramas para downloads, o projeto alinha uma iniciativa de trocas para remunerar o autor do trabalho em um sistema de economia solidária, pautado na oferta de serviços e produtos integrados ao Circuito Fora do Eixo.

SOBRE O CD


Em Vol.3: Caos Carma Conceito o Uganga continua explorando sua identidade musical, porém com uma dose extra de peso e agressividade. Nas letras, reflexões filosóficas, autoconhecimento e dilemas humanos, como a faixa “O Primeiro Inquilino” que em mais de sete minutos descreve fatos de um assassinato (essa é a primeira parte da história que contará com mais outras duas). O CD traz vários convidados especiais como o guitarrista Fábio Jhasko (ex-Sarcófago) tocando violino, o rapper X (ex-Câmbio Negro), Panda Reis (Oligarquia), Raphael Sapão (Attero), Edson “Zacca” (Seu Juvenal), Guilherme (Krow), o guitarrista Johny Murata da banda de jazz Lumina tocando Sitar, o grupo de rap 3DFato e Leospa, ex-integrante da banda.

Acesse e baixe o CD do Uganga: www.compactorec.wordpress.com

11 de mar de 2010

O que será o MOSH fest?



Será um evento sócio-cultural realizado pela NOVA ALIANÇA HARDCORE CREW, que buscará na música e cultura HARDCORE, de forma sutil e processual, maneiras para se chegar à conscientizações culturais e sociais, voltadas a adolescentes, jovens e expandindo-se à outras idades.

Visando também a divulgação de bandas e artistas locais e regionais a N.A.H.C agora também se torna Ponto Parceiro do Coletivo Peleja e do Circuito Fora do Eixo . Na ocasião, o referido evento promoverá o lançamento nacional do 'Fora do Eixo ao Extremo' que acontecerá em Patos de Minas.

Este evento conta com a apresentação da CEMIL

Constará na compilação de cinco bandas, sendo duas de Uberlândia-MG, uma de Brasília-DF e duas de Patos de Minas -MG e conta com o apoio de três iniciativas culturais já citadas, tais como:

Coletivo Peleja: coletivopeleja.blogspot.com
Arrepio Produções: arrepioproducoes.com.br
Centro Cultural Ruy Barbosa: ccrb.blogspot.com


Programação:

-Blake (Patos de Minas-MG)
bandablake.blogspot.com

-Esquiva (Uberlândia-MG)
myspace.com/esquivarock

-Another Rise (Uberlândia-MG)
myspace.com/anotherrise

-Folego (Patos de Minas - MG)
myspace.com/folegohc

-Sensseles (Brasília-DF)


Local: Baião de Dois
Horário: De 17h às 22h
Entrada: R$8,00 + 1kg de alimento (Opcional) COM CARTEIRA DE ESTUDANTE.
ou R$10,00 VIP.
Censura: Livre


OBS.:Todos alimentos arrecadados serão destinados ao projeto filantrópico 'Casa das Meninas'.

10 de mar de 2010

Você é Livre? Consegue escolher o ar que respira? As árvores do "Programa Sócio-Ambiental Arbom-Livre"...



O "Programa Sócio-Ambiental Arbom-Livre" é responsável pela consultoria ambiental dos eventos culturais do Coletivo Peleja e pelos projetos sócio-ambientais permanentes, todos eles pautado em diretrizes da Educação Ambiental Crítica. Atualmente o programa desempenha três projetos contínuos: "Cine Debate Arbom-Livre", "Sabão Peleja - Aquele que limpa sem sujar" e "Arbom-Livre Árvores".
O primeiro projeto realizado pelo "programa sócio-ambiental Arbom-Livre" foi o "Arbom-Livre Árvores" em 2008 no Primeiro festival Marreco, este projeto baseia-se no programa conhecido mundialmente como “carbon-free”, que objetiva contabilizar e compensar as emissões do GEE (gases efeito estufa - CO2, Metano, etc), minimizando os impactos produzidos direta ou indiretamente, individuais ou coletivos por pessoas, domicílios, empresas, eventos (no caso aqui eventos realizados pelo Coletivo Peleja) por meio do plantio de árvores nativas em áreas de nascentes e margens de cursos de água.
No Segundo Festival Marreco de Cultura Independente contabilizou-se a emissão de 8,89 toneladas de CO2, para isso, levaram-se em conta as aproximadamente 2000 pessoas que compareceram e trabalharam no evento. No cálculo foi considerado o consumo de eletricidade, gás, combustível, materiais de divulgação e a produção de lixo em toneladas.
A compensação foi feita por meio do plantio de 65 mudas na área de nascente do sítio veredas, Km 380 da BR 365,área disponibilizada pelo parceiro Elias Marques (um dos idealizadores do projeto), mesmo local que aconteceu o plantio referente ao Marreco 2008. Atualmente a área possui 110 árvores nativas (doadas pelo IEF) plantadas pelo Coletivo.
O plantio acontece anualmente por volta de novembro que é a melhor época para se plantar, o mais importante da iniciativa é promover a sensibilização, a mobilização e a conseqüente conscientização da sociedade diante da problemática ambiental que tem suas causas nos hábitos e valores contemporâneos do ser humano.
Veja as fotos do plantio 2009:



Em breve acompanhe o vídeo do plantio na TV Peleja.


"Vamos continuar fazendo nossa parte individualmente e coletivamente!" (depoimento de Yara Papala)



Olha como o oxigênio faz bem:
video




"Vamos nos nutrindo com os nossos sonhos, utopias de um outro mundo para todos os seres que aqui estão." (Palavras de Elias Marques)





"Me senti mais em contato com o mundo em si, contribui com uma fagulha que seja para a vida do planeta. Esse tipo de coisa evidencia uma certa vivencia fenomenológica de fusão com o mundo. Muito bom! E bora plantar mais!!!" (Depoimento de Lucas André de Paula)










2 de mar de 2010

Mosh Fest - Sempre por uma questão social


O Nova Aliança Hardcore Crew surgiu no final de 2009 dando continuidade ao trabalho que o Subcena (vínculada ao Coletivo Casulo e ao C.C.R.B.) já vinha fazendo desde 2004 em Patos de Minas. Sempre por uma questão social o NAHC, agora voltado exclusivamente para o cenário Hardcore, estréia suas atividades em 2010 com o Mosh Fest, um evento sócio-cultural que busca na música hardcore maneiras para se chegar em uma conscientização social de jovens e adolescentes. Visando também a divulgação de bandas e artistas regionais o NAHC agora também se torna Ponto Parceiro do Coletivo Peleja e do Circuito Fora do Eixo e inclusive sediara com o Mosh Fest a inauguração do Fora do Eixo HC em Patos de Minas.

Local: Baião de Dois
Horário: De 17h às 22h
Entrada: R$8 + 1kg de alimento não perecível
Censura: Livre

Em breve informações sobre as bandas e artistas participantes!